Parceiros

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Doadores não avisam a família sobre sua vontade de doar seus orgãos

A decisão de doar ou não órgãos é pessoal. Mas depois da morte, a última palavra é da família.

Segundo Secretaria da Saúde, 85% de seus pacientes desejam doar órgãos.
Apesar disso, só 43% disseram ter informado vontade aos parentes. (G1 - São Paulo)
O levantamento foi feito entre dezembro de 2007 e janeiro deste ano com 900 pacientes de nove hospitais da rede estadual de saúde. Além deles, 700 médicos e 700 funcionários de várias funções também foram ouvidos. Entre esses grupos, os percentuais foram diferentes, mas também nos dois casos o índice de comunicação aos parentes foi menor do que o do desejo de doação.

Deixe bem claro o seu desejo de salvar vidas! Fale com sua família!

Um comentário:

Ministério da saúde disse...

Karol,

O Ministério da Saúde está investindo na conscientização a respeito da Doação de Órgãos. Sua participação é fundamental.

A doação de órgãos é um ato de solidariedade e amor ao próximo. Saiba mais sobre o tema aqui: http://bit.ly/cHLx34.


Para mais informações:
fernanda.scavacini@saude.gov.br
Ministério da Saúde